"Esculturas & pinturas"

de Anônimo

"Esculturas & pinturas", texto sobre exposição de João Werner

Começa hoje, as 18h30min em Rolândia, na Casa da Cultura, a exposição do artista plástico João Werner, que desta vez expõe 32 peças -- 17 esculturas e 15 pinturas em acrílico sobre tela. são todas peças inéditas. Esta é a primeira de uma série que João pretende fazer por cidades paranaenses.

Depois de Rolândia, (a mostra fica aberta ao público até o dia 20 de maio), Werner expõe em Maringá, no màs de junho; em Londrina em julho; em Faxinal em agosto; em Apucarana em setembro. Para o màs de outubro este ano, João Werner está estudando a possibilidade de mostrar para os curitibanos. É só uma questão de marcar as datas. E em novembro, último màs do ano que pretende trabalhar, João vai a Ibiporã. Para o próximo ano, os planos de expor, são para Foz do Iguaçú e Cascavel.

E para São Paulo onde os esquemas de exposição são em galerias, além de elas próprias fazerem a seleção dos trabalhos "vendáveis" João Werner levará esculturas em bronze fundido. Para ele uma experiência nova, Já que trabalhou apenas com cimento e madeira.

Ao contrário das galerias, as peças de exposições programadas pelo artista plástico são selecionadas por ele mesmo, que também está fazendo todo o preparativo sozinho: contatos, locomoção, folhetos, convites, etc.

João Werner diz que estas exposições vieram de uma necessidade de amadurecimento próprio, para adquirir experiência e também para fazer intercambio com artistas das cidades pelas quais vai expor. Criando desde os 18 anos - hoje tem 24 - já desenvolveu um estilo próprio.

Este estilo é analisado por Adalice Araújo, diretora do Museu de Arte contemporânea do Paraná: "Nas esculturas em redondo João Werner revela uma maneira muito especial de esculpir. Nessas peças, em geral de cimento, elimina o sentido ilustrativo dos painéis para se concentrar na figura. Praticando um humanismo popular, adotam nas obras de pequena dimensão a expressividade e o dinamismo contido".

Mas os trabalhos de grande dimensão também fazem parte de sua obra. O mais recente é o Tributo ao Homem do Campo, colocado na praça em frente à Prefeitura Municipal de Cambé. A técnica utilizada é da incisão com formas de gesso para certos detalhes do rosto. Para Adalice Araújo, neste trabalho, João Werner consegue fundir o popular e o contemporâneo.

Na sua pintura, sente-se de forma mais evidente, a união da utopia dos anos 60 com a liberdade dos anos 80. "Do pós-modernismo, guarda a disponibilidade de rever vários estilos da história da arte. Ele não teme fazer uma ampla abordagem temática". Comenta Adalice.

Dados da publicação

Anônimo, "Esculturas & pinturas", "Caderno 2", Folha de Londrina (PR), 14/05/1987.

Outros textos sobre a arte de João Werner

Textos de críticos de arte

Reportagens e matérias jornalísticas

Ensaios poéticos e apresentações de exposições

Livros de João Werner
à venda

Capa do livro "A figura na Comunicação Visual"

"A figura na Comunicação Visual"

Mais informações sobre o livro.
Kindle Amazon: R$ 38,37.

Capa do livro "A Terra e o trabalho com a Terra"

"A Terra e o Trabalho com a Terra"

Livro de arte com a reprodução de 34 pinturas cuja temática é o sagrado trabalho com a Terra. . São pinturas a óleo, acrílica e digitais, realizadas desde 2002.

Livro impresso, R$ 55,41.

Capa do livro "Mesa de bar"

"Mesa de bar"

Livro de arte com a reprodução de 32 pinturas a óleo, acrílicas e digitais sobre o cotidiano da vida citadina.

Livro impresso, R$ 55,41.

Capa do livro "Esculturas e relevos"

"Esculturas & relevos"

Reprodução de 48 fotografias de esculturas em cimento, madeira, ferro fundido, argila e gesso.

Livro impresso, R$ 58,06.

Capa do livro "Et in Arcadia Ego"

"Et in Arcadia Ego"

Reprodução de 39 pinturas a óleo, acrílicas e digitais de sátiros e ninfas.

Livro impresso, R$ 61,14

Capa do livro "Motel barato"

"Motel barato"

Livro de arte com a reprodução de 36 pinturas a óleo, acrílicas e digitais sobre o tema do erotismo e sexualidade.

Livro impresso, R$ 58,06.