"Van Gogh e o signo da contrariedade"

de João Werner

Capa do livro Ensaios

Este ensaio foi publicado no livro "Ensaios sobre Arte e Estética", de João Werner, junto com mais outros 16 ensaios.

Versão Kindle à venda na Amazon: R$ 2,99!

Versão PDF à venda na Livraria Clube de Autores: R$ 11,84.

Versão impressa à venda na Livraria Clube de Autores: R$ 34,73.

Pintor e desenhista, Van Gogh compôs um dos mais importantes conjuntos de obras plásticas do acervo da história das artes plásticas mundial.

Influenciou, direta ou indiretamente, a produção de sucessivas gerações de artistas, sendo que, pela tragicidade de sua existência, tornou-se, para todos os que amam a arte, um modelo, espécie de paradigma de personalidade artística criadora.

O signo matriz de seu ser no mundo é, seguramente, o signo da contrariedade. Contrariadamente viveu, contrariadamente continua a existir sua obra.

De vida interior intensa e conturbada, a ele foi impossível uma existência regular, dentro de padrões.

Em sua atividade artística - tardia e extraordinariamente breve (quando morreu, contava, apenas, 37 anos de idade) - Van Gogh encontrou somente a frustração e a indiferença entre seus contemporâneos.

Suas telas, se não eram destruídas ou vilipendiadas, eram guardadas, após sua morte, em porões e depósitos como qualquer entulho.

Triste ironia quando, contemporaneamente, acompanhamos pelos noticiários internacionais os leilões que se fazem de suas obras, as quais batem todos os recordes de vendas, pelo preço vultoso que alcançam entre os colecionadores.

Há, entre os que conhecem as artes plásticas, uma quase unanimidade positiva em torno de seu nome. É um mito. O carisma comovente da intensa carga emotiva que lhe corresponde envolve e inebria a todos.

Dele, como artista, ou de sua obra, já não se deve falar posto que ingressaram, indiscutivelmente, no rol dos tesouros do ser humano, como a formalização de um ápice que, culturalmente, irá compondo nossa consciência e sensibilidade coletivas.

No entanto, no interior mesmo deste mundo objetivo da cultura, ao qual suas pinturas integram, seu legado admite ser utilizado, como modelo ou premissa, para a análise argumentativa de inúmeros problemas - sociais ou estéticos - que envolvem a arte contemporaneamente.

Um dos mais prementes problemas da filosofia da arte (como, de resto, em outros campos da cultura), que é o de estabelecer um recorte preciso entre o subjetivo (estritamente pessoal) e o objetivo (coletivo), é claramente perceptível na obra plástica de Van Gogh.

Outro problema, que é intensamente vivenciado pelo atormentado pintor holandês, que é o da relação entre o gênio criador e a sociedade constituída, pode esclarecer, como paradigma, problemas do âmbito da sociologia da arte.

Por estas relações fecundas é que sua obra pode, atravessando um século desde sua trágica morte, ajudar-nos a compreender e valorar melhor nossas relações com a arte e, consequentemente, com nossa própria realidade humana.

Fortuna crítica e poética deste ensaio

Concurso público de Analista Judiciário - TRT 18

2013 - Meu ensaio "Van Gogh e o signo da contrariedade" foi utilizado na questão nº 6 do "Concurso de Analista Judicário" do 18º TRT. Divulgado pelo site MapadaProva.

Dados da publicação

Escrito por João Werner, publicado na Folha de Londrina, 19/07/1990, pp. 20, Folha 2.

Outras opções de compra do livro "Ensaios sobre Arte e Estética"

Capa do livroLivro impresso
R$ 40,00
werner.joao@gmail.com

Livros de João Werner
à venda

Capa do livro "A figura na Comunicação Visual"

"A figura na Comunicação Visual"

Mais informações sobre o livro.
Kindle Amazon: R$ 38,37.

Capa do livro "A Terra e o trabalho com a Terra"

"A Terra e o Trabalho com a Terra"

Livro de arte com a reprodução de 34 pinturas cuja temática é o sagrado trabalho com a Terra. . São pinturas a óleo, acrílica e digitais, realizadas desde 2002.

Livro impresso, R$ 55,41.

Capa do livro "Mesa de bar"

"Mesa de bar"

Livro de arte com a reprodução de 32 pinturas a óleo, acrílicas e digitais sobre o cotidiano da vida citadina.

Livro impresso, R$ 55,41.

Capa do livro "Esculturas e relevos"

"Esculturas & relevos"

Reprodução de 48 fotografias de esculturas em cimento, madeira, ferro fundido, argila e gesso.

Livro impresso, R$ 58,06.

Capa do livro "Et in Arcadia Ego"

"Et in Arcadia Ego"

Reprodução de 39 pinturas a óleo, acrílicas e digitais de sátiros e ninfas.

Livro impresso, R$ 61,14

Capa do livro "Motel barato"

"Motel barato"

Livro de arte com a reprodução de 36 pinturas a óleo, acrílicas e digitais sobre o tema do erotismo e sexualidade.

Livro impresso, R$ 58,06.