"A interpretação de Leonardo"

de João Werner

Capa do livro Ensaios

Este ensaio foi publicado no livro "Ensaios sobre Arte e Estética", de João Werner, junto com mais outros 16 ensaios.

Versão Kindle à venda na Amazon: R$ 2,99!

Versão PDF à venda na Livraria Clube de Autores: R$ 11,84.

Versão impressa à venda na Livraria Clube de Autores: R$ 34,73.

Se algo há de mais evidente na obra de Leonardo é a variedade de seus interesses e o brilhantismo que dedicou a cada um deles, individualmente. Sua obra, no conjunto, extrapola disciplinas isoladas. Foi pintor, escultor, engenheiro, arquiteto, físico, biólogo e filósofo, contribuindo qualitativamente para todas estas áreas do conhecimento. A sua obra transborda de interesses para o pesquisador contemporâneo, como uma luz do passado brilhando no presente.

No entanto, não há como inteirar-se dele, humano que foi. Não há como resgatar, empaticamente, o cerne vital de seus sentimentos. A luz de seu íntimo apagou-se para nós no momento de sua morte. Dele, do universo que foi seu espírito, há, para nós, “apenas" o que é mediado pela obra que deixou. Do seu alcance espiritual nada resta-nos para além do que o revelado na "Monalisa", na "Santa Ceia" ou no "São João". Da sua curiosidade científica resta-nos, similarmente, somente o que apreendemos nos inúmeros tratados e estudos sobre anatomia e física. Da inventividade genial, do engenho assombroso, nada mais do que se vê em seus projetos e maquetes.

Leonardo e o signo

Este é o ponto de cisão, em que uma perspectiva semioticista se afasta do historicismo clássico e se projeta como um método historiográfico, duplamente válido pelo rigor de abordagem e pela riqueza de desdobramentos.

O que nos resta de Leonardo, quer queiramos ou não, é esse multifacetado e rico legado. É através desta benjaminiana constelação de obras, desse emaranhado objetivo, que se pode entreolhar Leonardo. Mas, não vê-lo como o indivíduo que foi, mas como ele se apresenta, ou melhor, como as suas obras o representam, o mediam. Não se vê mais Leonardo, mas o “signo Leonardo”.

Suas obras, como signos, apontam para além delas próprias, para alguém que nem mesmo existe entre nós. Ao invés de uma personalidade, a análise semiótica desvela um outro signo - um interpretante mental, como disse Peirce - que corresponde à imagem que temos, hoje, de Leonardo.

História das interpretações

São quase 500 anos de acumulação de interpretações e análises, desde a morte de Leonardo. Análise refutando análise, interpretação ampliando interpretação. A diferença reside em que, enquanto o historicista pretende um passado fidedignamente descrito em suas análises, o semioticista sabe que esse mesmo passado só existe, para nós, através destas mediações.

Numa metáfora, enquanto o garimpeiro historicista espera, lançando sua peneira n'água, retirar a pepita da verdade do fundo do rio, o semioticista sabe que, no rio da história, apenas outras peneiras serão encontradas. Ao invés de lançá-las fora, o semioticista observa se, em algumas das muitas peneiras teóricas pescadas, não encontra o ouro embutido em sua construção.

A cada nova faceta do gênio revelada em alguma pesquisa, não importa, apenas, o "quem foi Leonardo". Importa, antes, o quanto e como uma nova interpretação vem se somar ao conjunto de nossas interpretações. Importa relacionar esta nova interpretação com o signo Leonardo, com o contexto das outras interpretações possíveis, e, também, com o contexto interpretativo daquele que lançou a nova ideia. 

Ao semioticista cabe perguntar: por que este garimpeiro lançou aqui sua peneira e não lá, no rio da História?

Dados da publicação

Escrito por João Werner, publicado na Folha de Londrina, Caderno 2, 04/10/1990, pp. 4.

Outras opções de compra do livro "Ensaios sobre Arte e Estética"

Capa do livroLivro impresso
R$ 40,00
werner.joao@gmail.com

Livros de João Werner
à venda

Capa do livro "A figura na Comunicação Visual"

"A figura na Comunicação Visual"

Mais informações sobre o livro.
Kindle Amazon: R$ 38,37.

Capa do livro "A Terra e o trabalho com a Terra"

"A Terra e o Trabalho com a Terra"

Livro de arte com a reprodução de 34 pinturas cuja temática é o sagrado trabalho com a Terra. . São pinturas a óleo, acrílica e digitais, realizadas desde 2002.

Livro impresso, R$ 55,41.

Capa do livro "Mesa de bar"

"Mesa de bar"

Livro de arte com a reprodução de 32 pinturas a óleo, acrílicas e digitais sobre o cotidiano da vida citadina.

Livro impresso, R$ 55,41.

Capa do livro "Esculturas e relevos"

"Esculturas & relevos"

Reprodução de 48 fotografias de esculturas em cimento, madeira, ferro fundido, argila e gesso.

Livro impresso, R$ 58,06.

Capa do livro "Et in Arcadia Ego"

"Et in Arcadia Ego"

Reprodução de 39 pinturas a óleo, acrílicas e digitais de sátiros e ninfas.

Livro impresso, R$ 61,14

Capa do livro "Motel barato"

"Motel barato"

Livro de arte com a reprodução de 36 pinturas a óleo, acrílicas e digitais sobre o tema do erotismo e sexualidade.

Livro impresso, R$ 58,06.