A apreciação e o objeto artístico

de João Werner

Capa do livro Ensaios

Este ensaio foi publicado no livro "Ensaios sobre Arte e Estética", de João Werner, junto com mais outros 16 ensaios.

Versão Kindle à venda na Amazon: R$ 2,99!

Versão PDF à venda na Livraria Clube de Autores: R$ 11,84.

Versão impressa à venda na Livraria Clube de Autores: R$ 34,73.

As teorias estéticas que habitam o ideário contemporâneo dividem-se em duas importantes vertentes: por um lado, há as estéticas que voltam-se prioritariamente para o estudo do objeto artístico e, por outro, há aquelas que privilegiam o âmbito do apreciador.

Esta divisão é muito nítida quando se mostra que, para as estéticas do objeto artístico, torna-se muito mais significativo entender por que uma obra de arte é esteticamente boa ou não, enquanto que, para as estéticas da apreciação, é mais importante descobrir quais seriam os efeitos que uma obra de arte provoca.

Ancestrais filosóficos da estética do efeito seriam, também, os gregos, em especial a teoria de Aristóteles da katharsis, que via um potencial na arte para purgar seus espectadores de fortes e perturbadoras emoções. Ou, ainda, a tradicional retórica clássica, que buscava no discurso a forma dissuasiva perfeita. Mais recentemente, poderíamos nomear, também, as ideias de Schiller, quando entendia a arte como tendo um papel na educação social.

A estética da obra de arte recentemente recebeu estudos principalmente de correntes europeias, como a semiótica do filósofo francês Algirdas Greimas, ou do alemão Max Bense. Esta vertente estética, no caso do pensador alemão, tem-se voltado a entender as estruturas da obra de arte com a utilização de instrumentos de análise tomados das modernas teorias da informação. Para Greimas, por outro lado, cumpre descobrir os sistemas lógicos inerentes à articulação estrutural da obra de arte, a partir da utilização de pares de conceitos opostos para a análise.

Pensadores recentes das teorias estéticas da recepção são o alemão Hans Robert Jauss e o francês Roland Barthes. Para estes, é preciso resgatar o prazer causado pela obra de arte, que, de certa forma, havia sido negligenciado por um ascetismo moderno. Jauss divide este prazer em três instâncias: primeiro, vê como prazerosa a percepção da boa feitura da obra; em segundo lugar, vê que pode ser prazeroso o reconhecimento do objeto representado e, finalmente, pela possibilidade que tem a arte de transformar as opiniões, transformação que é a base e sustentáculo da utilização da estética pelo consumo.

Dados da publicação

Escrito por João Werner, publicado na Folha de Londrina, Caderno 2, 03/10/1991, pp. 4.

Outras opções de compra do livro "Ensaios sobre Arte e Estética"

Capa do livroLivro impresso
R$ 40,00
werner.joao@gmail.com

Livros de João Werner
à venda

Capa do livro "A figura na Comunicação Visual"

"A figura na Comunicação Visual"

Mais informações sobre o livro.
Kindle Amazon: R$ 38,37.

Capa do livro "A Terra e o trabalho com a Terra"

"A Terra e o Trabalho com a Terra"

Livro de arte com a reprodução de 34 pinturas cuja temática é o sagrado trabalho com a Terra. . São pinturas a óleo, acrílica e digitais, realizadas desde 2002.

Livro impresso, R$ 55,41.

Capa do livro "Mesa de bar"

"Mesa de bar"

Livro de arte com a reprodução de 32 pinturas a óleo, acrílicas e digitais sobre o cotidiano da vida citadina.

Livro impresso, R$ 55,41.

Capa do livro "Esculturas e relevos"

"Esculturas & relevos"

Reprodução de 48 fotografias de esculturas em cimento, madeira, ferro fundido, argila e gesso.

Livro impresso, R$ 58,06.

Capa do livro "Et in Arcadia Ego"

"Et in Arcadia Ego"

Reprodução de 39 pinturas a óleo, acrílicas e digitais de sátiros e ninfas.

Livro impresso, R$ 61,14

Capa do livro "Motel barato"

"Motel barato"

Livro de arte com a reprodução de 36 pinturas a óleo, acrílicas e digitais sobre o tema do erotismo e sexualidade.

Livro impresso, R$ 58,06.